conhecimento Geral

Descubra aqui os últimos artigos e estudos relativamente à Cannabis sativa L. e toda a sua versatilidade. Para fins medicinais tal como todos os seus outros fins.

Lista de artigos:

  • . Uso medicinal de produtos à base de canábis e canabinóides

  • Até recentemente, a canábis e seus derivados eram amplamente restringidos pela legislação que afirmava não ter valor medicinal e acarretava um risco substancial de uso indevido. A política está a mudar rapidamente, e a canábis pode ser agora prescrita para uso médico em muitos países, incluindo o Portugal. Isso oferece novas oportunidades importantes para o tratamento de pacientes, embora estes precisem ser informados contra os potenciais riscos. Existem vários medicamentos diferentes, com mecanismos contrastantes de ação, eficácia e segurança. O uso desses produtos pode aumentar à medida que novas evidências surgem e mudanças na política ocorrem.
  • Pode aprofundar os conhecimentos AQUI  deste campo emergente […]
  • .Rotas de administração e dosagem de canábis e terapêutica

  • O efeito terapêutico de uma variedade de canábis é determinado pela percentagem de canabinóides, terpenos, flavonóides e outras substâncias ativas encontradas nas diferentes variedades ou cepas. Os terpenos modulam e complementam os efeitos dos canabinóides, e além de nos proporcionar o sabor e o cheiro de cada variedade também são responsáveis pela resistência da planta aos predadores […]
  • Aprofunde AQUI os seus conhecimentos sobre as rotas de administração e dosagem de canábis e terapêutica.
  • .Atualização e perspetivas sobre o uso de canábis terapêutica

  • Nesta última década, e especialmente nos últimos dois anos, o interesse e a demanda por informações sobre o uso terapêutico de canábis aumentaram significativamente. Já conhecemos as quatro indicações clássicas para o uso da canábis, que incluem o tratamento da dor, a atenuação de náuseas e vômitos secundários a um tratamento quimioterápico, o aumento do apetite e o tratamento da espasticidade em doenças neurodegenerativas (especialmente esclerose múltipla). Essas indicações são aceitas pela comunidade científica, o que não significa que os canabinóides sejam usados ou criados como uma alternativa terapêutica padronizada. Nesta área, é importante destacar que nos faltam ensaios clínicos que demonstrem e confirmem a eficácia dos canabinóides em certas doenças […]
  • Aprofunde AQUI os seus conhecimentos sobre a atualização e perpetivas sobre o uso de canábis terapêutica.