Efeito Entourage

 

A Canábis e o sistema endocanabinóide são temas complexos, contudo fascinantes!

O sistema endocanabinóide é responsável por manter o equilíbrio. O termo técnico designa-se como homeostasia. Então, se a atividade no sistema estiver muito alta ele vai levá-lo pra baixo, para onde deveria estar. Se está muito baixa leva-o para cima, onde deveria estar. É sem dúvidas o principal regulador do funcionamento do nosso corpo seja no sistema nervoso, nos intestinos e até mesmo a formação óssea. É algo que, intimamente, regula todos os aspetos da nossa vida diária. Infelizmente até hoje isso ainda não é ensinado nas universidades de medicina, em grande parte do mundo. É incompreensível, porque no cérebro existem mais receptores para o sistema endocanabinóide do que para todos os outros neurotransmissores juntos. O sistema endocanabinóide foi descrito no início dos anos 1990 mas já houve tempo suficiente para que pudesse estar mais incorporado e investigado. Esse atraso tem tudo a ver com a associação com o tema Cannabis, o que é injusto, porque esse sistema é mais antigo do que a planta.

 

Existem evidências de que a Canábis tem efeitos antiinflamatórios?

 

Muitas doenças do envelhecimento estão relacionadas a inflamação. Isso inclui a artrite, mas também algumas doenças degenerativas do cérebro, como Alzheimer, Parkinson etc. Muitos mecanismos de doenças e processos infecciosos são associados com a inflamação. Existem diversas abordagens para isso incluindo a dieta, mas a cannabis é cheia de compostos anti-inflamatórios, seja o THC, o canabidiol ou os terpenóides. Vários deles combatem a inflamação e de algum modo previnem esses tipos de doenças degenerativas. 

Não existe uma pílula mágica para mudarmos o nosso estilo de vida ou para sermos capazes de controlar a inflamação mas a cannabis é uma grande ferramenta quando tudo é feito ao mesmo tempo.

 

Sabemos que o canabidiol tem um perfil muito seguro, contudo em algumas vezes os pacientes necessitam de doses altas. Quais são os efeitos colaterais?

 

Em doses baixas e convencionais, o canabidiol é extremamente seguro. Em algumas situações, como nas síndromes de Dravet e Lennox-Gastaut, doses muito altas de canabidiol puro são usadas, com 20 miligramas por quilo por dia. Como muitas vezes esses pacientes usam muitas drogas adicionais e ao mesmo tempo, pode haver algumas interações entre as drogas, particularmente, do canabidiol com uma droga chamada clobazam, que pode levar a produção de um subproduto chamado N-desmetil clobazam, que é altamente sedativo. Esse então é o principal problema contudo resolve-se reduzindo o clobazam, não o canabidiol.

 

Porque os terpenos são importantes e porque usá-los na Canábis medicinal?

 

Os terpenos e terpenóides são usados como compostos aromáticos da cannabis. O THC e o CBD não tem odor de fato. Então os terpenóides que são produzidos com os canabinóides pela planta trabalham junto para produzir um remédio mais efetivo de modo geral, em comparação com o THC sozinho , que é uma substância difícil de tolerar e que tem muitos efeitos colaterais, que podem ser compensados quando ele é usado com uma combinação com o canabidiol ou os terpenóides. 

 

Porque o efeito Entourage é tão importante quando consideramos a Canábis medicinal?

 

O THC puro é uma "droga" muito difícil de usar. Podemos então pensar nele como um sob instrumento numa orquestra e esses outros componentes são os seus acompanhamentos. Mas por causa dos maiores benefícios adicionais ou sinérgicos desses outros componentes pode se fazer uma música muito bonita. Em termos médicos isso se traduz em um remédio muito melhor que tem efeitos maior e menos problemas associados com o uso. No THC, a diferença entre a dose que pode ajudar a reduzir a dor é aquela que produz efeitos colaterais e muito estreita, ou inexistente. Pode até ser a mesma. Quando temos o canabidiol e os terpenóides, eles expandem bastante a quantidade de THC que pode ser tolerada sem problemas. Isso faz dele um remédio mais viável quando está no extrato integral de canábis.

O canabidiol, em estudo com animais, mostrou ter uma resposta bifásica. Isso significa que numa dose muito pequena, ele não é efetivo para dor. Então, conforme aumentamos a dose, ele chega a um ponto em que se torna efetivo para a dor. Mas se a dose é muito grande o efeito cai de novo. É estranho. O efeito da maioria das drogas aumenta com a dose. Quando o canabidiol é combinado com terpenóides no extrato – em outras palavras, quando todos os componentes da planta estão lá – não perdemos o benefício para dor com uma dose mais alta.

Ele continua a ser efeito para a dor, não importa a dose. Então, isso é melhor. É uma razão clara para que extratos integrais da planta sejam remédios melhores do que compostos isolados. 

Considerações finais:

 

As pessoas devem compreender e estarem alertas em relação a Cannabis. Ouvimos por décadas sobre como ela é perigosa e viciante. Muito honestamente tudo isso foi exagerado. É absolutamente  verdadeiro dizer que qualquer droga tem efeitos colaterais quando abusada. As pessoas devem entender que existe uma grande diferença entre as pessoas que fumam cannabis o dia inteiro em busca de um efeito recreativo, comparado com seu uso no contexto médico, onde a ideia é usar a menor quantidade que ajuda a reduzir a dor ou outros sintomas. E com o objetivo de evitar o problema dos efeitos colaterais, especialmente a intoxicação. 

Essa é uma "droga" bastante promotora de saúde e espero que as pessoas tenham consideração por isso.

 

Referência: Entrevista da Dra. Paula Dall Stella com o Dr. Ethan Russo

Data da ultima modificaçāo: 13/07/2019

Quer ver MAIS PRODUTOS CANÁBICOS no mercado Português?

Contribua gratuitamente para a Investigaçāo Canábica Portuguesa e ajude-nos a aumentar a base de dados canábica portuguesa, a combater o estigma e a disponibilizar cada vez mais produtos da Cannabis sativa L. em todo Portugal!

Se for Paciente ou Público Geral, responda em: http://bit.ly/Canabis-e-pacientes-ou-publico

Se for Profissional de Saúde, responda em: http://bit.ly/Canabis-e-profissionais-saude

Se for Profissional de Segurança de Portugal, responda em: http://bit.ly/Canabis-e-profissionais-seguranca